Saturday, June 25, 2011


Desculpa-me pelos momentos em que não acredito em ti, em nós. Entendo agora quanto isso te deve doer. Eu, que sou prisioneira da minha insegurança, do meu medo de que não queiras ficar comigo, estou basicamente a fazer-te sentir algo semelhante. Que não chegas, que devias ser mais, que tens algo de errado e que nunca vais conseguir ser a primeira pessoa para mim. Perdoa-me. Não mereces ouvir lágrimas. 

E é por isso, meu amor, que vou parar. Deixar-me destas montanhas russas e cair no teu abraço sólido e quentinho. E aceitar o que me queres oferecer. Vou acreditar em cada palavra tua. A partir de agora, com cada fantasia idílica que me apresentares eu também vou vibrar, também vou sonhar! Vou parar de dar passinhos pequeninos e vou voar contigo! Vou parar de te culpar de crimes que não são teus! Vou atirar-me sem pára-quedas. Confio em ti para me apanhares.

E sei que vais fazê-lo

4 comments:

  1. tão lindo *-* , gostei muito mesmo *-*
    , sigo-te. $:

    ReplyDelete
  2. É mesmo :$
    Obrigada querida

    ReplyDelete